Tex – 03 – A batalha de Silver Bell (Vecchi Editora)

Posted in Tex(Vecchi Editora) with tags , , , , , , , , , , , on junho 17, 2011 by Tex Maníaco

Sinopse: Tex dá uma lição no filho baderneiro de poderoso fazendeiro da região, provocando a ira da família Baker. Não podendo tratar do ocorrido através de suas próprias mãos por se tratar Tex de um oficial da lei, o fazendeiro manda chamar um pistoleiro de aluguel tido como um dos mais rápidos no gatilho a fim de duelar com Tex Willer. O duelo se dará ao pôr do sol, na rua principal da cidade e apenas um sairá vencedor e com vida…

 

 

 

História: Retornando de uma caçada ao bando de Murieta, Tex Willer e Kit Carson decidem parar com o intuito de se alimentarem e descansarem em uma pequena cidade que se encontra no caminho: Silver Bell.

 

O primeiro local onde os Rangers chegam é no restaurante do local, mas mal sabem eles que sua estadia na cidade se tornaria um tanto longa devido ao acontecimento que estava por ocorrer.

 

Freddie Baker, filho único do homem mais rico e poderoso da cidade, o Velho Baker, dono do Rancho “Arco-íris”, que controla quase todo o território, desde a reserva Papago até as bandas de Tucson, é um rapaz mimado e falastrão. Freddie provoca tumulto dentro de um Saloon em frente ao restaurante onde encontram-se Tex e Carson, e por muito pouco não acerta uma bala em Kit Carson que comia tranqüilamente.

 

Os Pards imediatamente atravessam a rua principal que separava os dois estabelecimentos e tratam de proporcionar “bons modos” ao rapaz dando-lhe uma dura lição. Um dos vaqueiros do rancho, Slim, fica sabendo do ocorrido e imediatamente convoca outros capatazes do rancho para, juntamente com Freddie, mostrar quem manda na cidade.

 

Neste meio tempo, Tex e Carson conhecem o xerife do local e qual não é sua surpresa em saber que se trata do Sargento Ross, antigo amigo da dupla, mas a estrela não permanece muito tempo no peito de Ross, já que o mesmo não acatou as ordens de Freddie Baker de expulsar os Rangers da cidade, acaba, então, pedindo demissão do cargo de xerife e fica ao lado de Tex e seu companheiro.

 

Os vaqueiros do rancho “Arco-íris”, na tentativa de vingar o filho do velho Baker, entram no restaurante onde estão Tex, Carson e o ex-xerife Ross. O tumulto tem início, uma típica luta com Tex e Carson, faz com que os vaqueiros levem a pior, além de deixar o restaurante parcialmente destruído. Entre socos e pontapés, Tex e Carson levam a melhor e mandam os capatazes até o médico da cidade fazerem companhia a Freddie Baker.

 

Isso é o estopim para que a imagem e a honra do velho Baker seja arranhada, pois pagará caro quem levantar a mão contra um Baker ou qualquer um de seus vaqueiros. Quando o velho toma conhecimento do ocorrido com seu filho e alguns de seus vaqueiros, não tarda em mandar executar uma dura lição em nossos heróis.

 

Mesmo sabendo serem Guardas Rurais, o velho Baker chama Keno, seu fiel capataz, a fim de que reúna homens e vão para a cidade expulsar os nossos indesejáveis amigos. A batalha que se trava na cidade é vencida por Tex, Carson e o já ex-xerife Ross, com direito a mais sopapos, tiroteios e uma dura lição de moral em Freddie e seus capangas.

 

Não suportando tamanha insolência e a fim de evitar um processo pela morte dos dois Guardas rurais, o velho manda chamar um pistoleiro de aluguel, considerado o homem mais rápido no gatilho da região, Ruby Scott, o qual já lhe prestou “serviços” anteriormente no que é denominado “riacho ensolarado”.

 

Ruby é um mestiço que mora em uma aldeia Papago no caminho para Tucson, vivendo com uma bela índia de nome Sahuara. O pistoleiro recebe Freddie e, em troca de uísque, cobertores e uma grande soma em dinheiro, aceita o “serviço” de mandar Tex para o outro mundo.

 

Sahuara, temerosa, explica a seu amado Ruby Scott, após a saída de Freddie, que Tex Willer é o conhecido chefe dos Navajos: Águia da Noite, possuindo grandes poderes e pede ao seu amado que desista dessa idéia tola. Em vão.

 

Nesse meio tempo, Keno trata de limpar a sua consciência e, não estando de acordo com o plano de assassinato premeditado elaborado pelo seu patrão, vai até Tex e Carson e explica toda a história do pistoleiro, pedindo que saiam da cidade, mas Tex não aceita o pedido e trata de se preparar para o duelo que está por vir.

 

Enquanto isso, o feiticeiro da tribo Papago, Quivaro, a pedido de Sahuara, através de sua magia, vê que Tex será um adversário perigoso e seria loucura enfrentá-lo. As esperanças da índia de rever o seu amado tornam-se cada vez mais temerosas.

 

Através da diligência de Red Rock, Ruby Scott manda um ultimato a Tex, avisando-o que, dentro de poucas horas mostrará quem é o mais rápido no gatilho. O duelo entre dois dos gatilhos mais rápidos do Oeste está marcado. O cerco vai se fechando e a rua principal da cidade de Silver Bell é o palco da batalha que mudará todo o rumo de Silver Bell, inclusive o de nosso herói Tex Willer.

 

Ambientação: Na pequena cidade de Silver Bell, um povoado perto da cidade de Tucson, no estado do Arizona, também no rancho “Arco-íris”, a poucos quilômetros de Silver Bell e na aldeia Papago entre a cidade de Silver Bell e Tucson.

 

Personagens: Tex Willer, Kit Carson, Freddie Baker (+), o xerife Andy Ross, o capataz Keno, Tomy (dono do restaurante), os vaqueiros Slim, Jud e Mart, além de outros vaqueiros não nominados, Velho Baker (+), M. Ferrer (médico), o pistoleiro Ruby Scott (+), a índia Sahuara e o feiticeiro da tribo Quivaro.

 

 

 

Curiosidades: Este número de Tex teve repeteco. Ao lado você vê a capa da 2ª Edição, publicada no Brasil pela Editora Vecchi, a mesma editora que publicou a primeira edição.

 

Compare esta imagem da 2ª Edição com a capa da 1ª Edição (no alto desta página) e repare nas diferenças, especialmente no tamanho (o formato grande – igual ao italiano – durou apenas de TEX-001 até TEX-037). Clique sobre a imagem ao lado para ampliar a mesma!

 

Repare que a capa desta edição mostra uma cena bastante incomum, pelo fato de retratar nosso herói deitado ao chão, baleado e já sem a sua pistola, enquanto a sua frente permanece impassível o seu cruel atirador, de arma em punho, a espera de desferir o tiro derradeiro. Nesta história, Tex é atingido, fato que não é muito comum nas aventuras do ranger.

 

Pouco antes do duelo, houve troca na paginação da revista estando trocadas as ordens de numeração: o correto seria a página 108 seguir para a 110, esta por sua vez continua na página 109 e retorna-se para a 111, seguindo assim, a ordem correta da história.

 

Na página 127, Tex Willer fala sobre uma outra “vingança de índia”, mesmo não seguindo a ordem cronológica, é de se fazer menção a edição anterior (TEX-002 – A Vingança de índia) cujo título e cerne da história desemboca em torno da vingança de uma índia por sua tribo. Coincidência ou não, está história não se passa logo após o combate retratado em TEX-002.

 

Esta edição também foi publicada em Tex Coleção 145.

 

 

 

Ficha técnica: Para compor essa página foi tomada como base a revista TEX 003 – “A batalha de Silver Bell”, 2ª edição, editada na data de junho de 1977, com 132 páginas, ao preço de Cr$ 7,00, publicada pela Editora Vecchi, medindo 13,5 cm de largura por 17,7cm de altura. O roteiro é de G. L. Bonelli e a arte fica por conta de A. Gallep.

 

 

 

Fonte: TexBR

 

Download

4Shared

 

Tex – 02 – Vingança de India (Vecchi Editora)

Posted in Tex(Vecchi Editora) with tags , , , , , , , , , , , on maio 22, 2011 by Tex Maníaco

Sinopse: Um coronel do exército massacra covardemente uma tribo inteira de índios Utahs, com único propósito de obter fama, glória e reconhecimento. Mas ele não contava que uma índia escaparia milagrosamente ao massacre e conseguiria relatar o ocorrido para nada mais, nada menos, que a Águia da Noite…

História: Uma enorme tribo, composta por cerca de mil índios Utahs entre guerreiros, mulheres e crianças são covardemente assassinados por um esquadrão da Cavalaria Americana, comandada pelo inescrupuloso Coronel Arlington, um soldado formado na academia de West Point, sedento de glória, que viu em uma aldeia sonolenta e indefesa, a oportunidade de uma ação militar, já que nunca tinha participado de nenhuma batalha antes. Sob os tiros de canhão e fuzis, os índios sonolentos e ainda surpresos com inesperado ataque, iam caindo um a um, sem poder defender-se, e Alce Preto, o chefe indígena é um dos primeiros a tombar, ainda segurando a bandeira americana, símbolo do tratado de paz, feito com os homens brancos, pouco antes do terrível ataque.

A única sobrevivente é Nashya, filha de Nuvem Vermelha, feiticeiro Navajo da tribo principal, onde reside Tex Willer, o Águia da Noite, chefe supremo de todas as tribos Navajos, que ao saber do ocorrido pela índia, enfurecido, vai ao Forte Lewis, na tentativa de punir o culpado e evitar uma rebelião índia que traria sangue e destruição tanto aos brancos quanto aos seus protegidos peles-vermelhas.

No forte, Tex é tratado com indiferença e arrogância pelo coronel, e sob ameaças, é obrigado a partir do forte, não sem antes aplicar uma surra no Coronel Arlington. Inicia-se assim uma perseguição do exército contra os Najavos, comandados por Tex, que querendo evitar mais mortes, usa toda a sua perícia guerrilheira para derrotar os soldados do Coronel Arlington.

Mas Tex enganava-se quando achava que poderia sair desta batalha sem mortes, pois ele não sabia que estava para acontecer à vingança de Nashya, filha de Nuvem Vermelha, esposa de Shedar morto durante o massacre da tribo dos Utahs, ela iria cumprir uma promessa, a de vingar seu povo, uma vingança de índia.

Ambientação: Riacho Mac Elmo, sudoeste do estado do Colorado, Aldeia dos índios Utahs, Aldeia central dos índios Navajos, Forte Lewis, Vila Cliff – cidade índia construída no alto de um rochedo colossal, ao sul do Platô Verde e Forte Garland.

Personagens: Tex Willer, Kit Carson, Kit Willer, Jack Tigre; Nuvem Vermelha – o feiticeiro dos índios Najavos, Shedar(+), guerreiro Utah, Nashya – índia Navajo, filha de Nuvem Vermelha e esposa de Shedar, Alce Preto (+), chefe dos índios Utahs; Coronel Arlington (+), comandante do Forte Lewis; Capitão Granger, Sargento Bradley e Tenente Milton, oficiais do Forte Lewis, General Denver, comandante geral da cavalaria americana; Índios Navajos, Índios Utahs e Soldados da cavalaria americana.

Curiosidades: Este número de Tex teve repeteco. Ao lado você vê a capa da 2ª Edição, publicada no Brasil pela Editora Vecchi, a mesma editora que publicou a primeira edição.

Compare esta imagem da 2ª Edição com a capa da 1ª Edição (no alto desta página) e repare nas diferenças, especialmente no tamanho (o formato grande – igual ao italiano – durou apenas de TEX-001 até TEX-037). Clique sobre a imagem ao lado para ampliar a mesma!

Nos números TEX-208TEX-209 e TEX-210 (respectivamente A Porta Fechada, Mensageiro da Morte e Águia da Noite), G.L. Bonelli, roteirista de Tex, desenvolveu uma história semelhante a “Vingança de Índia”, e ao contrário desta que foi desenhada por G. Ticci, o encargo da arte ficou para Ferdinando Fusco.

A História Vingança de Índia, por si só é um marco para criadores e leitores, mas um outro fato fez com que se tornasse uma das mais clássicas de Tex, pois esta foi à história de estréia de G. Ticci nos desenhos, isso mesmo, Vingança de índia, foi a primeira aparição da arte deste que é, para muitos o melhor desenhista de Tex, superando até mesmo o grande Galep.

Em várias outras histórias de Tex, sempre que há um comandante do exército americano Tirano, ou mau, ou mesmo quando aparece uma índia sedenta de vingança, os personagens fazem referência a esta história, mostrando assim que ela é inesquecível mesmo para o roteirista de Tex, seja ele Bonelli ou Nizzi.

Destacamos que na pág. 114 da segunda edição o último quadrinho foi completado à mão na parte esquerda. Peguei o Tex Coleção 136, que republicou a história, e está a arte completa e O pior é que não tem nada demais para ter sido mudado, nada mesmo. Na mesma página, no quadrinho do meio, o mesmo ocorreu na parte direita, mas a mudança é bem mais discreta. Curiosidade enviada por Estêvão, São Paulo, capital, Brasil.

Tex Taylor: Ressalte-se que nesta edição da primeira edição Tex Willer é tratado por Tex Taylor. As páginas onde aparecem Tex Taylor nesta edição são as seguinte: página 33 (último quadro), página 34 (terceiro quadro), página 38 (primeiro e quarto quadros), página 40 (primeiro e quarto quadros), página 41 (primeiro quadro), página 42 (quarto quadro), página 43 (aparece 44, terceiro quadro), página 45 (aparece 43, 4º e 6º quadros), página 46 (1º quadro), página 51 (3º
quadro), página 108 (1º quadro) e página 117 (5º quadro). Ressalte-se ainda que da pag 42 até 45 a numeração está toda trocada. Curiosidade de Tex Taylor enviada por Filipe Costa, do Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Em tempo: Uma matéria excelente sobre esta edição escrita por dois gaúchos de Uruguaiana comenta o fato de a 1ª e a 2ª edição terem suprimido a real vingança de índia, que só foi aparecer na íntegra publicada no Brasil em TXC-136.  Ler a matéria

Para saber mais: esta história faz referências ao famoso massacre de Sand Creek, relatado no livro “Enterrem Meu Coração nas Curvas do Rio”, de autoria do Sr. Dee Brown.

Fonte: TexBR

Download:
4shared 

Tex – 01 – O Signo da Serpente (Vecchi Editora)

Posted in Tex(Vecchi Editora) with tags , , , , , , , , , , , on maio 21, 2011 by Tex Maníaco

História: Tex, seu filho Kit e Jack Tigre estão cavalgando ao noroeste da reserva navajo quando de longe enxergam o velho índio Ko-Hocei que escondera sob um punhado de terra um estranho amuleto: o signo da serpente, que consistia numa cascavel espetada numa flecha preta. Curioso, Tex descobre que Pah-uan, filho do índio encontrado, nunca mais voltaria à aldeia, pois havia sido designado para viver eternamente do reino de Mah-Shai, a poderosa feiticeira do Colorado, a senhora dos poderes das sombras.

Vendo que algo na história cheirava mal, Tex obriga o índio a falar e este lhe revela que cerca de três ou quatro vezes por ano é realizada uma cerimônia religiosa durante uma noite inteira. Ao amanhecer, em frente de uma das tendas da aldeia estará o signo da serpente e aquele que encontrar o signo deverá mandar um de seus filhos mais jovens na direção do sol poente. O filho predestinado deverá levar o signo na mão e víveres para uma longa viagem e daquele instante em diante nunca mais voltará à aldeia. Já o pai do jovem desaparecido, ao nascer do novo sol, deverá seguir a pista do filho até encontrar o signo de Mah-Shai e depois de tê-lo queimado, poderá voltar para junto dos seus, onde, daquele instante em diante, gozará do favor do curandeiro e passará a fazer parte do conselho dos anciãos.

Tex resolve investigar, descobrindo que Mah-Shai usava os rapazotes para fazê-los descer por uma corda na terra do abismo, uma fenda no chão localizada na Vale dos Grandes Ossos, fenda que conduzia a um lugar subterrâneo onde havia feras pré-históricas e onde nascia a flor da magia que a tornava poderosa. Os rapazotes desciam e coletavam as flores, colocavam na cesta e esta era içada por Mah-Shai, que, retirando a corda, condenava os jovens índios a nunca mais voltar.

Tex, Tigre e Kit seguem a trilha de Mah-Shai e depois de derrotar a feiticeira, resolvem seguir a pista das terras do abismo, na tentativa de salvar os jovens indígenas que foram condenados a habitar na misteriosa fenda. Mas acontece que, descendo os três nas terras do abismo, não tardam a encontrar uma estranha e gigantesca criatura que, mortalmente ferida pelos tiros de suas Winchesters, enrosca-se na corda pela qual os três desceram, rebentando-a e condenando também nossos três heróis a não mais voltarem das terras do abismo, pois além de lutarem contra as terríveis feras, ainda terão que lutar com todas as suas forças contra os makandras, o povo do abismo…

Ambientação: Terras a noroeste da reserva navajo, aldeia central dos navajos, aldeia de Notuam, aldeia walapai de Noh-Shan, Platô do Dragão (covil de Mah-Shai), Vale dos Grandes Ossos, terras do abismo e rio Colorado, próximo ao Platô Vermelho.

Personagens: Tex Willer, Kit Willer, Jack Tigre, o velho índio Ko-Hocei, Omhopi – o curandeiro dos navajos, (+) Mah-Shai – a grande feiticeira do Colorado, Notuam – chefe de uma das aldeias navajos a noroeste da aldeia central, Shivatuan – curandeiro da aldeia de Notuam, Noh-Shan – chefe da aldeia navajo dos walapais, Scethapi, curandeiro da aldeia de Noh-Shan, o índio hopi Kotomi, a indígena makandra Móia e Uktar, curandeiro dos Makandras – o povo do abismo.

Curiosidades: A primeira edição de Tex circulou em 1971 trazendo de brinde um arco e flecha de brinquedo, fabricado pela Troll Brinquedos. Segundo informações enviadas por Fernanda Martins, era um pequeno arco de brinquedos de plástico, nas cores branco e vermelho.

A capa da segunda edição (veja ao lado) mostra Tex à esquerda e seu cavalo à direita (provavelmente com o fotolito invertido), ao contrário da primeira edição, que mostrava Tex a direita e o cavalo à esquerda. Clique sobre a imagem ao lado para ampliar a mesma!

Nesse episódio, Tex já era o chefe supremo dos navajos, como afirma Jack Tigre na página 5, e Kit Willer, seu filho, já era o rapaz feito que estamos acostumados a ver nas aventuras do ranger.

Da página 22 para a 23, o leitor atento perceberá que faltam duas tiras, as de número 26 e 27, deixando a história um pouco truncada. Perceberá o leitor que faltam os quadros nos quais o curandeiro Shivatuan, expulso de sua tribo por Águia da Noite, acerta mortalmente Ko-Hocei com uma flechada.

Da página 25 para a 26, outra tira está faltando, é a de nº 5, onde Mah-Shai, imersa na fumaça provocada pelo pó da flor da magia, enxerga o corpo caído e morto de Shivatuan e também o corpo daquele que o matara, isto é, do índio Ko-Hocei. Na seqüência, a tira nº 6 mostra feiticeira do Colorado praguejando a morte que tirara a dela o direito da vingança.

Nota-se claramente um excesso de cuidado nas falas dos personagens dessa edição, notadamente na 2ª pessoa do singular e na 2ª pessoa do plural (tu e vós). Repare na fala de Tex a Tigre e a Kit (página 55), quando está para invadir a caverna onde Mah-Shai se esconde: “Atenção, agora! Eu entrarei primeiro e vós me seguireis correndo, depois que eu vos chamar. Combinado?”

Em tempo: quem gosta de literatura pode entender mais sobre esta história, pois a mesma faz alusão ao romance Viagem ao Centro da Terra, de Júlio Verne.

Ficha Técnica: Para compor essa página foi tomada como base a revista TEX 001 – O Signo da Serpente, 2ª edição, editada em abril de 1977, 132 páginas, Cr$ 6,00, publicada pela Editora Vecchi, medindo 13,5cm de largura por 17,7cm de altura. Texto de G. L. Bonelli e desenhos de Aurelio Galeppini. O número 1 da primeira edição saiu em fevereiro de 1971.

Fonte: TexBR

Download

4shared

Tex Coleção Histórica Colorida 18 – Drama no Circo

Posted in Tex Coleção Histórica(Vecchi Editora) with tags , , , , , , , , , , , on maio 21, 2011 by Tex Maníaco

Sinopse: Tex e Carson estão investigando o bando do Mórmons, uma quadrilha que assalta bancos, e descobrem que os membros deste grupo trabalham no mesmo circo em que Pat Mac Ryan se apresenta.

Edição com uma historia completa, colorida e com 150 paginas.

Download!
4shared

Tex 400 – Homens em Fuga (Mythos Editora)

Posted in Tex(Mythos Editora) with tags , , , , , , , , , , , on março 17, 2011 by Tex Maníaco

Tex 400 – Homens em Fuga (Mythos Editora)

Sinopse

O túmulo de Lilyth, mulher de Tex e mãe de Pequeno Falcão, foi sordidamente profanado e nada poderá amainar a fúria de Águia da Noite enquanto os profanadores não tenham pago justo preço da profanação!

História

Durante uma pesquisa arqueológica levada a cabo por um professor e sua filha, o guia, um bandido, descobre uma forma de chegar ao ouro dos Montes Navajos sem passar pela trilha vigiada; outrossim, passando por uma caverna evitada pelos índios por guardar o espírito dos antepassados e ser freqüentada por seres das sombras.

Mobiliza uma grande quadrilha para a empreitada e faz os pesquisadores de refém. Ato contínuo, cometem o terrível sortilégio de profanar o túmulo da falecida esposa de Tex. Em seguida se separam indo em várias direções para afastar Tex dos Montes Navajos.

Quando a notícia chega na Aldeia Central, tem início uma perseguição nunca vista, pois além dos quatro mastins, são convocados os melhores batedores Navajos.

Tex visita o túmulo e fala duro: “Vou achar os coiotes que ofenderam a sua sepultura, Lilyth! Um túmulo não é feito só de pedra dura, mas também de sentimentos e lembranças! Isto não vai ficar assim!”.

A perseguição prossegue pelas belíssimas paisagens de rocha do Rio Colorado, Grand Canyon e Monument Valley, bem na fronteira entre Utah e Arizona. A sorte dos caçadores se bate com o azar dos fugitivos quando uma cobra pica um deles, que é obrigado a ficar para trás, sendo alcançado por Tex.

Descoberta a jogada dos bandidos, cujo grupo principal chega às cavernas do ouro dos Navajos, Tex sinaliza aos amigos que voltem e caminhem de encontro ao principal inimigo. Nisso todos os fugitivos já estão mortos.

Águia da Noite e seus amigos caem de surpresa sobre os bandidos na gruta aurífera e ocorre o confronto final.

Ambientação

Exceto uma rápida conversa num saloon de Kanab, no sul do Utah, toda a aventura se passa na magnífica região do Grand Canyon, onde corre o Rio Colorado. Na região de grande beleza, que engloba ainda o Rio San Juan e Monument Valley, cenário preferido para os filmes de bang bang, os nossos heróis perseguem os bandidos sem trégua.

Um espetáculo à parte são as rochas, ora com espigões solitários, ora com arcos esculpidos pelo tempo, contrastando com os rios exuberantes e corredeiras. Nessa região, atualmente localizam-se diversos Parques Nacionais, como: Grand Canyon, Bryce Canyon, Zion, Monument Valley.

A Aldeia Central e o túmulo de Lilyth nos Montes Navajos também são mostrados. Um lugar curioso e místico é o complexo de cavernas onde está o ouro, recheadas de riquezas por todos os lados e proporcionando perigos mil para quem se aventura naquele pedaço de fim de mundo

Personagens

Tex (vestido como Águia da Noite), Carson, Kit e Tigre; Jaimas, o melhor batedor Navajo e vários guerreiros; Professor Ferguson e sua filha; Bandidos Barry Lance (+), Jason (+) , Frank (+), Fatty, Brady (+), Lance (+), Rick (+).

Ficha técnica

Tex-400 – Homens em Fuga, editada em fevereiro de 2003, 116 páginas, R$ 5,90, publicada pela Mythos Editora, medindo 13,5cm de largura por 17,7cm de altura. Roteiro de Claudio Nizzi, desenhos  de Giovanni Ticci e capa de Claudio Villa. Tradução: Julio Schneider, Adaptação: Dorival V. Lopes, Letras: Marcos Valério da Silva.

4Shared

Tex Maníacos

Posted in avisos on março 16, 2011 by Tex Maníaco

Belém – PA. 16 de março de 2011

Boa tarde a todos! Eu me chamo Victor Nogueira, amo a revista tex mas encontrá-la na net em português é muito difícil… então estou criando esse blog para postar minhas revistas e revistas que eu encontrar por ai para compartilhar com todos *-*.

Quem tiver revistas por favor me envie para texmaniacos@gmail.com

e ajudem o blog a crescer divulgue a seus amigos.

Cordialmente,

Victor Nogueira.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.